Anterior
Próximo

Servidores públicos de São Gonçalo são investigados por possíveis fraudes que chegariam a mais de 2 milhões de reais

Trata-se de ação popular que se encontra em andamento na 7ª Vara Cível na Comarca de São Gonçalo, sobre a jurisdição do magistrado Alexandre Oliveira Camacho de Franca, processo de nº 0024506-28.2020.8.19.0004, com a finalidade de anulação de atos administrativos alegando haver fraude.

Através de tais atos administrativos foi deferida incorporação de produtividade fiscal aos vencimentos de 5 (cinco) servidores públicos municipais, todos fiscais de postura.  Cada fiscal receberia mensalmente vantagens indevidas em seus contracheques no valor líquido de R$6.315,02 (Seis Mil e Trezentos e Quinze Reais e dois Centavos).

Além dos 5 (cinco) fiscais de posturas, estão sendo denunciados 2 (dois) ex-prefeitos, NEILTON MULIM e JOSÉ LUIZ NANCI, um ex Procurador Geral do Município, ex-Secretário e alguns procuradores efetivos.

Atualmente, o processo encontra-se em fase de expedição de citação de todos os réus, afim de apresentarem suas defesas.

Wagner Pina escreveu essa matéria