Anterior
Próximo

O problema da auto-condenação – Bruno Baker

Especialmente no Brasil e mais do que em outras nações, os cristãos sofrem com um problema chamado “auto-condenação”, que consiste em um sentimento de extrema culpa pelos seus erros. Isso é até mesmo uma área de estudo da psicologia, pois tem afetado o modo de viver de muitas pessoas. 

Estudando a história da Igreja e da influência das religiões no mundo, podemos chegar a conclusão de que os brasileiros ouviram sobre o Deus que é Juiz, mas não escutaram na mesma proporção sobre o Deus que é advogado. Ouviram mais sobre a Sua cobrança (“sede Santos como eu fui santo”) do que a Sua oferta (Sacrifício de Jesus), mais sobre a sua Ira do que o seu Amor incondicional. Um não anula o outro!
Isso tem gerado uma grande problemática dentro da igreja e afastado muitos de Jesus. Inúmeros cristãos não conseguem liberar o perdão sobre suas próprias vidas, ainda que Cristo já o tenha perdoado.
Analisando como diversos membros da igreja têm agido, podemos separar alguns pontos como causas dessa situação:
1) Apedrejam pecadores que cometem pecados diferentes do que eles cometem. (Legalistas fazem isso, porque com base em suas obras e obediência se julgam mais perfeitos.)
2) A busca pela aceitação de Deus: Todos os seus ritos e atos de devoção são entregues a Deus para serem aceitos por Ele. (Ouviram mais sobre a cobrança do que a Sua Oferta)
3) Quando cometem algum pecado, ao invés de prosseguirem no santo dos Santos (presença de Jesus), se afastam, temendo que Ele não os quer receber em sua presença. (Mais ouviram sobre a Ira do que o Amor).
Tenha certeza do seguinte: Jesus te ama.
Se você errou, se arrependa, e Ele te abraçará novamente. Saiba que não é preciso ser perfeito para entrar na presença de Jesus. Pelo contrário, ele chamou os pecadores para que se acheguem até Ele e somente depois serem transformados, através de processos que nem sempre são rápidos. 
A auto-condenação trava a nossa vida, nos impede de viver as maravilhas que Jesus tem para nos entregar, tapa nossos olhos para o Amor dEle, diminui nossa auto-estima, nos deixa triste e nos faz carregar um peso que Cristo prometeu tirar de nossas costas.
Procure manter uma vida de arrependimento e saiba que a misericórdia de Deus se renova a cada dia.
“Portanto, agora não há nenhuma condenação para os que estão em Cristo Jesus. ” (Romanos 8:1)