Anterior
Próximo

Incêndio assusta moradores de Unamar

Na noite desse sábado (30) um incêndio assustou moradores do bairro Lagoa de Unamar, no final da Rua das Lebres.

O incêndio, que se acredita ter sido iniciado propositalmente por algum indivíduo que não se tem o conhecimento, tomou conta de boa parte da vegetação avançando em direção às residências rapidamente devido a fortes ventos.

Graças a ação de cerca de cinquenta moradores, que com baldes e muita disposição conteram o avanço do incêndio bravamente enquanto não chegava o socorro do Corpo de Bombeiros, não houve uma tragédia maior.

Faltou também ambulâncias para socorrer os moradores que impediram o avanço do incêndio e inalaram uma forte fumaça. Moradores novamente fizeram a diferença socorrendo em seus próprios veículos os que estavam em piores situações e levando-os para a UPA de Tamoios, inaugurada hoje.

Um caminhão do Corpo de bombeiros chegou ao local e encontrou muita dificuldade para controlar o incêndio.

Consequência ambiental

Na manhã desse domingo (31) o local recebeu a inspeção do agente da Secretaria de Meio Ambiente do município de Cabo Frio, Handerson, a mando do secretário Mario Flávio Moreira. Recebido pelo presidente da associação de moradores do bairro Lagoa de Unamar, Anthony Lescaut, Handerson teve suas primeiras impressões sobre o incêndio.

“Esse crime foi um crime bárbaro, eu não tenho nem palavras, chego a estar com o coração partido aqui. Então nós vamos averiguar quem fez isso e nós vamos penalizar esse indivíduo que fez isso dentro da taboa.” – declarou Handerson.

Em uma primeira análise, Handerson acredita que a área queimada equivalha a cerca de 30 a 40 campos de futebol e que o incêndio possa ter sido provocado para que em seguida houvesse aterramento e venda de lotes.

Esse crime ambiental é inafiançável e qualquer informação é de grande valia para descobrir o autor desse crime. Se você sabe quem fez ou tem informações que leve as autoridades a chegarem ao autor desse crime, entre em contato com a Secretaria de Meio Ambiente através do e-mail secmacabofrio@gmail.com.

Wagner Pina escreveu essa matéria.