Anterior
Próximo

Caixa divulga calendário da 2ª parcela de pagamentos do auxílio emergencial

O Governo Federal começou a pagar a segunda parcela do Auxílio Emergencial nesta segunda-feira (18). O calendário está dividido conforme as datas habituais de pagamento para quem integra o Programa Bolsa Família e de acordo com o mês de nascimento para as demais pessoas que têm direito a receber o benefício de pelo menos R$ 600. A expectativa é que a operação seja mais tranquila após a transferência de R$ 35,8 bilhões para 50,4 milhões de pessoas, incluindo 405 mil pagamentos que foram processados no último fim de semana.

A primeira parcela do Auxílio Emergencial também será paga para mais 8,3 milhões de beneficiários entre os dias 19 e 29 de maio. “Nós entendemos a necessidade de todos e não faltou dedicação para fazer chegar o Auxílio Emergencial a 59 milhões de brasileiros. Foi feito neste período de pouco mais de 45 dias a maior bancarização e transferência de renda que se tem notícia em toda a história do Hemisfério Sul”, destacou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, na coletiva de imprensa da última sexta-feira (15) no Palácio do Planalto.

A segunda parcela começou a ser paga na segunda e na terça (18 e 19) para os beneficiários do Programa Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) finais 1 e 2, respectivamente. O crédito segue sendo feito nessa ordem, de um NIS por dia, menos no fim de semana, até o número zero, que será pago na sexta-feira (29). São 1,9 milhão de pessoas recebendo o auxílio diariamente e podendo sacar o benefício pelo cartão do Bolsa Família.

A partir da quarta-feira (20), começa o crédito nas Contas Sociais Digitais da Caixa para as pessoas que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro e que não estão no grupo do Bolsa Família. No dia seguinte, o pagamento será para quem nasceu em março e abril, e assim por diante, saltando o domingo (24).

O calendário publicado em portaria do Ministério da Cidadania nesta sexta-feira (15.05) serve para todas as pessoas que receberam a primeira parcela do Auxílio Emergencial até o dia 30 de abril.

Saques

O calendário para saques da segunda parcela é diferente do calendário do crédito nas contas digitais e tem início em 30 de maio (um sábado), para os nascidos em janeiro. No dia 1º de junho, os saques serão permitidos para quem nasceu em fevereiro, seguindo nessa ordem até 13 de junho para os nascidos em dezembro. Ressaltando que no domingo (07.06) não há saques.

Novo lote da primeira parcela

Outro anúncio feito pelo Ministério da Cidadania e pela Caixa é o pagamento de um novo lote da primeira parcela do benefício, que entra neste sábado (16). Serão R$ 246 milhões para 405.163 pessoas.

A Caixa vai creditar a Parcela 1 do Auxílio Emergencial para mais 8,3 milhões de beneficiários entre os dias 19 e 29 de maio. Serão disponibilizados mais R$ 5,3 bilhões nas contas indicadas no momento da inscrição. “É importante dizer que a Caixa precisa de um tempo para processar e realizar o pagamento, não é instantâneo. O processamento de 14,6 milhões foi entregue à Caixa nesta madrugada e, destes, pouco mais de oito milhões são de elegíveis a receber o benefício”, detalhou o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto. Quem não foi aprovado receberá a justificativa no aplicativo.

Para quem desejar realizar o saque nas agências desse novo lote da primeira parcela, o calendário também será pelo mês de nascimento. Na terça-feira (19), o pagamento atenderá os nascidos em janeiro; na quarta-feira (20), para quem nasceu em fevereiro; na quinta-feira (21), para os aniversariantes de março; na sexta-feira (22), para os de abril; no sábado (23), para quem nasceu nos meses de maio, junho e julho. “Note-se que o maior volume é no sábado (23) porque não temos o pagamento do Bolsa Família”, pontuou Pedro Guimarães, presidente da Caixa.

O pagamento da primeira parcela volta a ser efetuado na segunda-feira (25) para quem nasceu em agosto. Na terça-feira (26), para os nascidos em setembro, e assim por diante até a sexta-feira (29).

O presidente da Caixa explicou que o escalonamento busca atender a recomendações sanitárias para evitar filas e aglomerações nas agências do banco e que haverá triagem de quem pode sacar na data correspondente. “Não há necessidade de filas de madrugada. Quem nasceu em outubro não vai receber no dia 19 se for à agência. Temos que equilibrar a necessidade financeira com a questão da saúde”, alertou.

No entanto, quem não conseguir ir ao banco no dia correspondente ao mês de aniversário pode ir em algum dia posterior. “Em 20 de maio, quem nasceu em fevereiro vai receber e quem nasceu em janeiro também pode receber”, exemplificou Guimarães.

Balanço

O balanço da Dataprev até 30 de abril mostra que foram processados pela empresa e homologados pelo Ministério da Cidadania os cadastros de 112.559.202 de CPFs, o que representa 95,2% do total. Foram considerados elegíveis 59.291.753 cidadãos, enquanto 36.858.102 foram classificados como inelegíveis e 16.409.347 cadastros estão inconclusivos. Outros 1.535.126 (1,3%) de solicitações estão em processamento e 4.197.126 (3,5%) aguardando.

Até esta quinta-feira (14), o site auxilio.caixa.gov.br superou a marca de 875,6 milhões de visitas e a central telefônica 111, para tirar dúvidas, registrou mais de 161,8 milhões de ligações. O aplicativo do Auxílio Emergencial teve 82,8 milhões de downloads, e o aplicativo Caixa Tem, para movimentação da poupança digital, mais de 89,3 milhões de downloads.

Fonte: Ministério da Cidadania