Anterior
Próximo

Cadeirantes: Estética e bem Estar – Cláudia Rangel

Infelizmente a acessibilidade para os cadeirantes ainda é muito precária em todas as áreas e em todos os locais, inclusive na estética.
Mesmo que o mercado da estética e a exigência por profissionais formados, capacitados e com especialização na área cresce a cada dia, ainda assim, falta muito inclusão social e acessibilidade para esses clientes que podem, devem e estão exigindo tanto cuidado quanto qualquer outro.

Não podemos ter preconceitos, devemos ser sensíveis às suas necessidades e fragilidades, alguns são muito bem resolvidos e não tão frágeis quanto parecem, outros, nem tanto. Mas o que todos querem e precisam é ser respeitados, amados, bem cuidados, estar com sua autoestima BEM ELEVADA!

A estética tem esse poder! Elevar a autoestima e proporcionar o bem estar para as pessoas… Um simples toque com AMOR pode fazer toda a diferença na vida delas.

Portanto, ao atender as pessoas com essa necessidade especial, devemos ter alguns cuidados, como:

  • Não ter medo diante de situações que podem parecer embaraçosas, o que importa é a maneira de como lidar com elas;
  • Nunca subestime a eficiência de uma pessoa com deficiência e nem superestime as dificuldades;
  • Seja solícito, mas antes de fazê-lo, pergunte como a pessoa quer ser assistida. Se não soubermos exatamente como ajudar, acabamos atrapalhando.

Claudia Rangel é autora desse artigo

Clique aqui para conhecer mais sobre Claudia Rangel