Anterior
Próximo

Antes, durante e depois da tempestade – Maurivam Galdino Costa

Houve um momento marcante e maravilhoso na vida dos apóstolos de Jesus, o qual foi terem passado por uma tremenda tempestade e que ouviram Jesus falar ao mar e ao vento e repreendê-los.

A maioria dos apóstolos era pescadores de alto mar e muito experientes, mas jamais tinham visto alguém repreender forças da natureza e acalmá-las. Eles disseram: “Quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem”? (Marcos 4:41b).
Pensando nisto, gostaria de meditar no seguinte tema:
Antes, durante e depois da tempestade:
Antes: Marcos 4:1 – “Voltou Jesus a ensinar à beira-mar” . O que o Espírito Santo nos direciona para antes de toda e qualquer tempestade?  Antes de qualquer luta, representada por uma tempestade, devemos aprender com Jesus. Naquele dia, antes de os discípulos e Jesus entrarem no barco, Jesus ensinou Sua Palavra. O interessante é que Jesus ensinou sobre a Palavra- parábola do semeador; sobre a Igreja – parábola da candeia  e sobre o Reino- parábola do grão de mostarda. Antes de enfrentarmos a tempestade, precisamos absorver a Palavra, viver como Igreja candeia e expandir o Reino de Deus aqui na terra.
Durante: Marcos 4: 35b – “Passemos para a outra margem”. Durante a tempestade, todos os crentes têm a obrigação de atentarem para a Palavra de Jesus. Deus não é homem para mentir e nem filho de homem para se arrepender (Números 23:19). Jesus, Deus filho, falou claramente que eles iriam atravessar para o outro lado, ou seja, que iriam vencer a tempestade. Aquela tempestade foi uma tentativa desesperada de Satanás para barrar o propósito de Jesus para chegar do outro lado. Lembremo-nos de que toda tempestade tem a ver com um propósito. Jesus tinha um propósito para aquela travessia. Se você não precisa atravessar para o outro lado, não passará por nenhuma tempestade, mas se você precisa atravessar para o outro lado, você passará pela tempestade, significa que durante a tempestade, você e eu jamais poderemos perder a noção do propósito que nos levou a atravessar aquele “mar” e passar por aquela “tempestade”. E, não devemos esquecer da Palavra de Jesus: “Vamos passar para o outro lado”, palavras que significam : “Venceremos a tempestade”.
Depois: Marcos 5:8b – “Espírito imundo, sai desse homem”. O depois da tempestade é exatamente o momento em que atingimos o propósito que nos levou a atravessar o mar e enfrentar a tempestade. Lembremo-nos que Jesus conclamou os discípulos para atravessarem para o outro lado. Para que? Para qual finalidade? Encontraram a resposta? A resposta é : encontrar aquele homem de Gadara e libertá-lo. Vale a pena sair de um país para outro para libertação de uma vida. Vale a pena sair do conforto pessoal para libertação de uma vida. Vale a pena correr perigos para libertação de uma vida.
Podemos entender que aquela tempestade foi uma atuação demoníaca, pois o homem endemoninhado era de Decápolis, região grega que adorava Zeus e Poseidon, deuses (demônios) dos céus e mares, assim eles criam. Quando houve aquele levante demoníaco, exatamente nos céus e mares, Jesus repreendeu aquele ataque demoníaco e olhou para os discípulos, dizendo que eles deveriam permanecer com fé em meio à tempestade espiritual que estavam enfrentando.
Que Deus nos abençoe no antes da tempestade, ouvindo a Palavra de Deus . No durante a tempestade perseverando na fé e propósito e no depois, atingindo o propósito de libertação de uma vida.
Um abraço,
Maurivam.