Anterior
Próximo

A mulher e a modernidade – Ana Cláudia

Será que ainda podemos encontrar por aí alguma mulher à moda antiga? Será que as mulheres de hoje já conseguiram achar o equilíbrio entre viver num mundo moderno e cumprir seus compromissos mais básicos, como  demanda dos filhos, esposo, cuidados domésticos, etc?

Trabalhar fora hoje para a mulher é uma questão de sobrevivência. As mulheres precisam dar conta de um grande recado. Ajudam seus cônjuges no sustento da casa ou elas próprias a sustentam. Mas será que é só isso mesmo? O que será que as motiva a serem tão dedicadas?
Certamente não é apenas uma questão de sobrevivência que leva mulheres a baterem metas nas empresas que as empregam. Elas estão cada vez mais vaidosas e competitivas. Elas querem salários mais altos, elas querem estudar, querem mais e mais. E para quê?
A pergunta mais importante que fica no ar é: e os filhos? E a casa? E a família?
Se a família era o propósito do trabalho, agora trabalha-se tanto que não há tempo pra família? Postam-se tantas fotos e vídeos com os filhos, mas na verdade, são apenas postagens.
Talvez a modernidade tenha tirado das mulheres o prazer de viver a vida no lar e de ser as mães que hoje os filhos precisavam que elas fossem.
Talvez precisássemos voltar ao passado pra que o futuro possa ser melhor para os nossos filhos.
Que a modernidade não nos arranque a essência feminina. Que as demandas da vida moderna não nos roube a  alegria de servir à sociedade da maneira mais legítima, digna e útil que existe: sendo esposas e mães!