Anterior
Próximo

A difícil tarefa de não engordar nessa quarentena – Sandra Marcelo

Isolamento social, academias fechadas. E agora? O que fazer?

A inesperada chegada da atual pandemia de coronavírus trouxe consigo inúmeros problemas, inclusive psicossomáticos, como por exemplo o medo e ansiedade. MUDANDO RADICALMENTE A ROTINA DE VIDA DE TODOS. Trabalhos tiveram que ser adaptados, algumas escolas e faculdades adotaram sistemas de ensino a distância, academias tiveram que ser fechadas fazendo as pessoas adaptarem suas atividades em casa.

Antes as pessoas iam para academias, caminhavam, corriam e pedalavam ao ar livre, frequentavam estúdio de dança, entre outras atividades. No entanto para combater essa pandemia, medidas tiveram que ser tomadas, a fim de aumentar a contaminação. Os governantes decretaram medidas de isolamento social. Lojas permanecem fechadas ou com serviços delivery, funcionários com carga horaria reduzida ou home office.  Tudo isso resultando em um número maior de pessoas em casa.

Dessa forma tendendo a ficar mais ociosas, se alimentando desregularmente, dormindo e acordando tarde, sendo assim, facilitando o aumento do seu peso. Escutei de amigas próximas que diziam: “Quando acabar a quarentena vou rolar”, ”Estou só engordando”. Ou seja, as pessoas estão tendo dificuldades de se manter saudáveis, devido a mudança brusca em sua rotina. Muitas vezes, buscando nos alimentos hipercalóricos saciar alguma necessidade que, talvez ela mesma desconheça.

Para combater este mal, devemos ressaltar que a prática de atividades físicas, traz benefícios para o corpo e a mente combinada com  uma alimentação saudável.

Alguns hábitos bem simples podem ser determinantes para uma vida equilibrada mantendo seu bem-estar.

Alimentar-se bem: Dê preferência a alimentos naturais e integrais, evitando os industrializados e de altas taxas calóricas;

Hidrate-se: Procure beber pelo menos dois litros de água por dia.

Movimente-se: Procure orientação de um educador físico para a prática de exercícios em casa.

Mantenha-se bem informado a respeito de boas práticas para seu corpo e mente. Procure um profissional que possa te ajudar a adaptar exercícios físicos e alimentação, mesmo que dentro de casa. Estamos enfrentando dias difíceis, mas ainda assim, podemos manter os cuidados com o nosso corpo.

Sandra Marcelo é a autora desse artigo.

Clique aqui para conhecer mais sobre Sandra Marcelo